80

  GP DO JAPÃO      HISTÓRICO DE SUZUKA  
  2024      2023      2022      2019      2018      2017      2016      2015   
  2014      2013      2012      2011      2010      2009      2006      2005   
  2004      2003      2002      2001      2000      1999      1998      1997   


  GP DO JAPÃO DE 2001  


Classificação final do GP da temporada 2.001

Pos. Piloto País Equipe Motor Tempo (s)
Michael Schumacher 1 ALE Ferrari Ferrari 1:27:33,298
Juan Pablo Montoya 6 COL Williams BMW +3,154
David Coulthard 4 ING McLaren Mercedes +23,262
Mika Hakkinen 3 FIN McLaren Mercedes +35,539
Rubens Barrichello 2 BRA Ferrari Ferrari +36,544
Ralf Schumacher 5 ALE Williams BMW +37,122
Jenson Button 8 ING Benetton Renault +97,102
Jarno Trulli 12 ITA Jordan Honda -1 volta
Nick Heidfeld 16 ALE Sauber Petronas -1 volta
10º Jacques Villeneuve 10 CAN BAR Honda -1 volta
11º Fernando Alonso 20 ESP Minardi European -1 volta
12º Heinz-Harald Frentzen 22 ALE Prost Acer -1 volta
13º Olivier Panis 9 FRA BAR Honda -2 voltas
14º Jos Verstappen 14 HOL Arrows Asiatech -2 voltas
15º Enrique Bernoldi 15 BRA Arrows Asiatech -2 voltas
16º Alex Yoong 21 MAL Minardi European -3 voltas
17º Giancarlo Fisichella 7 ITA Benetton Renault -6 voltas
18º Pedro de la Rosa 19 ESP Jaguar Cosworth -7 voltas(NQ)
19º Tomas Enge 23 TCH Prost Acer -10 voltas(NQ)
20º Eddie Irvine 18 IRL Jaguar Cosworth -28 voltas(NQ)
21º Jean Alesi 11 FRA Jordan Honda -47 voltas(NQ)
22º Kimi Raikkonen 17 FIN Sauber Petronas -47 voltas(NQ)
Recordista deste GP Juan Pablo Montoya volta # à 218,874 km/h

1min 36,450s

Fatos da Corrida:
O alemão Michael Schumacher venceu o GP do Japão, última etapa da Fórmula 1, realizado na madrugada de domingo, numa corrida sem grandes emoções.
O colombiano Juan Pablo Montoya terminou em segundo lugar, seguido pelo escocês David Coulthard e pelo finlandês Mika Hakkinen. O brasileiro Rubens Barrichello completou a prova em seguida, e perdeu a disputa com Coulthard pelo segundo lugar no campeonato. O piloto da Ferrari ficou em terceiro no Mundial de Pilotos. 
Com a vitória, Michael Schumacher coroou o seu tetracampeonato com vários recordes e 123 pontos na categoria.
A disputa na pista japonesa de Suzuka marcou a despedida da equipe Benetton e dos pilotos Mika Hakkinen, que vai cuidar da carreira de seu compatriota Kimi Raikkonen, e Jean Alesi, que talvez passe a correr na Indy a partir de 2003.

Já na volta de apresentação, o dia não começou bem para o Brasil. Enrique Bernoldi não conseguiu ligar o motor de seu carro para a volta de apresentação e acabou tendo de largar dos boxes.
A largada não teve nenhum problema e os quatro primeiros (Schumacher, Montoya, Ralf e Barrichello) mantiveram as posições de largada. No final da primeira volta, Rubinho conseguiu ultrapassar Ralf Schumacher e assumiu o terceiro lugar.
Com menos combustível que seus concorrentes, Rubinho adotou a estratégia de três paradas nos boxes e ultrapassou Montoya na segunda volta, mas acabou perdendo a posição logo em seguida.
Enquanto isso, Michael Schumacher ficou com a pista livre e não teve dificuldade para abrir dez segundos para Montoya, ainda na quarta volta. Duas voltas depois, o finlandês Kimi Raikkonen perdeu o controle da Sauber e acabou batendo no francês Jean Alesi, que se despedia da Fórmula 1.
Na 15ª volta, Rubinho fez sua primeira parada nos boxes e voltou no nono lugar, ficando bem distante da briga pelo segundo lugar. Na volta seguinte, o brasileiro recuperou duas posições, com os pits stop dos italianos Jarno Trulli e Giancarlo Fisichella.
Com a tática de apenas duas paradas, Schumacher parou na 18ª volta e voltou na quarta posição, deixando Montoya na liderança. O alemão retornou à liderança na 25ª volta, quando Hakkinen parou nos boxes. Neste momento, Rubinho era terceiro na pista.
O brasileiro seguiu entre os três primeiros até a 29ª volta, quando parou novamente nos boxes. Ao mesmo tempo, Ralf Schumacher cumpria uma penalidade de dez segundos por ter cortado o trajeto da pista em uma chicane.
Os dois saíram ao mesmo tempo e o alemão ultrapassou Rubinho na saída dos boxes, assumindo o quinto lugar. Barrichello deu o troco duas voltas depois e passou a ocupar o quinto posto.
Com nove segundos de vantagem, Michael Schumacher mantinha a ponta com tranqüilidade até a 35ª volta, quando fez sua segunda parada. Ele voltou em terceiro, atrás de Montoya e Hakkinen. O tetracampeão retomou a liderança três voltas depois, quando o colombiano e o finlandês pararam nos boxes.
A partir daí, a única mudança entre os seis primeiros aconteceu apenas na 48ª volta, quando Hakkinen deixou Coulthard ficar com o terceiro lugar no Japão e assegurar o vice no Mundial de Pilotos.

Curiosidades:
O francês Jean Alesi encerrou um período de 12 anos como piloto da F-1. Disputou 201 provas, tornando-se o quinto competidor que mais disputou etapas da F-1. Na frente de Alesi, estão apenas o italiano Ricardo Patrese (256), o austríaco Gerhard Berger (210), o italiano Andrea de Cesaris (208) e o brasileiro Nelson Piquet (204).
Neste período, Alesi venceu apenas uma prova, no GP do Canadá, em 95, quando era piloto da Ferrari. O francês estreou na Tyrrell no GP da Inglaterra, em 89.
Michael Schumacher venceu nove provas no ano (Austrália, Malásia, Espanha, Mônaco, Europa, França, Hungria, Bélgica e Japão), igualando a marca de mais vitórias em uma temporada. O alemão já obtivera nove vitórias em 94 e 95. Além dele, apenas o inglês Nigel Mansell, em 92, venceu tanto no mesmo ano.
O piloto da Ferrari ainda estabeleceu o recorde de pontos em uma mesma temporada (123) e tornou-se o piloto que mais pontuou na categoria (801 pontos). Schumacher ainda consagrou-se como o piloto com mais vitórias na F-1 (53) e o que mais liderou em número de voltas.
Schumacher também obteve 11 poles positions no ano, estabelecendo a terceira maior marca em todos os tempos. O brasileiro Ayrton Senna conquistou 13 poles nas temporadas de 88 e 89. O piloto da Ferrari ainda terminou o ano com vantagem de 58 pontos para o segundo colocado no Mundial de Pilotos, o escocês David Coulthard. É a maior diferença em todos os tempos entre os dois primeiros colocados numa temporada da F-1. 


Tempos do Treino de Qualificação para a Corrida

Pos. Piloto País Equipe Motor Tempo (s)
Michael Schumacher 1 ALE Ferrari Ferrari 92,484
Juan Pablo Montoya 6 COL Williams BMW 93,184
Ralf Schumacher 5 ALE Williams BMW 93,297
Rubens Barrichello 2 BRA Ferrari Ferrari 93,323
Mika Hakkinen 3 FIN McLaren Mercedes 93,662
Giancarlo Fisichella 7 ITA Benetton Renault 93,830
David Coulthard 4 ING McLaren Mercedes 93,916
Jarno Trulli 12 ITA Jordan Honda 94,002
Jenson Button 8 ING Benetton Renault 94,375
10º Nick Heidfeld 16 ALE Sauber Petronas 94,386
11º Jean Alesi 11 FRA Jordan Honda 94,420
12º Kimi Raikkonen 17 FIN Sauber Petronas 94,581
13º Eddie Irvine 18 IRL Jaguar Cosworth 94,851
14º Jacques Villeneuve 10 CAN BAR Honda 95,109
15º Heinz-Harald Frentzen 22 ALE Prost Acer 95,132
16º Pedro de la Rosa 19 ESP Jaguar Cosworth 95,639
17º Olivier Panis 9 FRA BAR Honda 95,766
18º Fernando Alonso 20 ESP Minardi European 96,410
19º Tomas Enge 23 TCH Prost Acer 96,446
20º Enrique Bernoldi 15 BRA Arrows Asiatech 96,885
21º Jos Verstappen 14 HOL Arrows Asiatech 96,973
22º Alex Yoong 21 MAL Minardi European 98,246


 2024  2023  2022  2019  2018  2017  2016  2015
 2014  2013  2012  2011  2010  2009  2006  2005
 2004  2003  2002  2001  2000  1999  1998  1997
 Histórico  Pista de Suzuka  Pista de Fuji  Campeonato
 

Untitled

Portal
História

Fórmula 1
Temporadas

Pilotos
Resumo da Temporada

Equipes
Resumo do Piloto

Untitled

Fórmula 1
IndyCar
Nascar
MotoGP

Fórmula 2
Fórmula E
SuperBike
CART

WRC
Dakar
Stock
Moto2

Rank de Pilotos
+100 Estatísticas
Você Sabia?
Pontuação

© 1997 - 2024 - by Grupo PYPbr & Panizo